Home  
  America do Sul  
 Brasil
    Sudeste
    Norte
    Nordeste
    Centro-Oeste
    Sul

Brasil Museus

1
Museu Villa Lobos, Sudeste Brasil
  Rua Sorocaba, 200 - Botafogo - Rio de Janeiro, RJ              
<iframe id='palyer1' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/Dqf2JPKSoP8?controls=0" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer1'>
Considerado, ainda em vida, o maior compositor das Américas, Heitor Villa-Lobos compôs cerca de 1.000 obras e sua importância reside, entre outros aspectos, no fato de ter reformulado o conceito de nacionalismo musical, tornando-se seu maior expoente. Foi, também, através de Villa-Lobos que a música brasileira se fez representar em outros países, culminando por se universalizar.
2
Museu do Oratório, Sudeste Brasil
  Adro da Igreja do Carmo, 28 - Centro - Ouro Preto, MG              
<iframe id='palyer2' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/WsyqKzvOuFE" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer2'>
Inaugurado em Ouro Preto, em outubro de 1998, o Museu do Oratório apresenta uma magnífica coleção – única em todo o mundo – de 162 oratórios e 300 imagens dos séculos XVII ao XX. As peças do acervo foram doadas ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) pela colecionadora Angela Gutierrez e são genuinamente brasileiras, principalmente de Minas Gerais. Caracterizando-se pela diversidade de tipos, de tamanhos e de materiais, o acervo oferece detalhes valiosos da arquitetura, pintura, vestuário e costumes da época em que foram produzidos, permitindo uma verdadeira viagem antropológica pela história do Brasil.
3
Museu PUC Minas, Sudeste Brasil
  Av. Dom José Gaspar, 290 - Coração Eucarístico, MG              
4
Museu de Arte Moderna da Bahia, Nordeste Brasil
   - Bahia, BA              
O Museu de Arte Moderna da Bahia é uma instituição estadual e está ligado à Secult - Secretaria de Cultura da Bahia e ao Ipac – Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado, autarquia vinculada à Secult e gestora dos museus estaduais baianos, cuja finalidade é preservar os bens culturais do Estado e colaborar na formulação de políticas educacionais de cunho patrimonial, através da pesquisa, documentação, restauração e difusão da produção técnica e científica necessária a essa preservação.
5
Paço Imperial, Sudeste Brasil
  Praça 15 de novembro, 48 - Centro - Rio de Janeiro, RJ              
<iframe id='palyer5' width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/axei5HnyyP0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer5'>
O Paço Imperial é um Centro Cultural com rica programação artística, localizado na Praça XV de Novembro, no centro histórico da cidade, no prédio considerado o mais importante dos edifícios civis coloniais do Brasil. Foi primeiro a residência dos governadores da Capitania do Rio de Janeiro e depois passou a ser a casa de despachos, sucessivamente, do Vice-Rei do Brasil, do Rei de Portugal Dom João VI e dos imperadores do Brasil. Em sua restauração, na reconstituição da fachada, optou-se pela feição colonial, adquirida particularmente no período da ocupação pela Família Real Portuguesa, mas foram preservadas marcas e formas de vários outros momentos históricos. O Paço Imperial conta com uma diversificada programação de artes plásticas, cinema, teatro, música, biblioteca, atividades educativas, seminários, serviços de lojas e restaurantes. Percorrê-lo é fazer uma releitura do tempo inscrito em seus espaços, relacionando-os com épocas e fatos ocorridos. As exposições permanentes também são um ótimo programa cultural.
6
Museu Inimá de Paula, Sudeste Brasil
  Rua da Bahia, 1201 - Centro - Belo Horizonte, MG              
<iframe id='palyer6' width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/ieUf9MulDlI" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer6'>
O Museu Inimá de Paula está localizado no município brasileiro de de Belo Horizonte. Foi aberto em 29 de abril de 2008. O prédio, inaugurado em 1932 e revitalizado para se tornar um museu, é obra do arquiteto italiano Rafaello Berti, um dos fundadores da Escola de Arquitetura da UFMG. O governo estadual, proprietário do prédio, o cedeu em regime comodato, por 20 anos, à Fundação Inimá de Paula. Localiza-se no prédio do antigo Clube Belo Horizonte e Cine Guarani, na confluência de Rua da Bahia com Rua Guajajaras e Avenida Álvares Cabral. O museu homenageia o pintor mineiro que lhe dá nome, com dezenas de sua obras expostas permanentemente no segundo e terceiro andares, enquanto no primeiro fica uma filial do Café Kahlua e no porão, um auditório de 151 lugares. Destacam-se os auto-retratos de Inimá, numa sala especial. No último andar são exibidas exposições itinerantes, que devem ocorrer duas vezes ao ano e pretendem trazer à capital mineira obras de importantes artistas brasileiros e estrangeiros.
7
Museu Botânico João Barbosa Rodrigues, Sudeste Brasil
  Av. Miguel Stéfano, 3687 - Água Funda - São Paulo, SP              
Além de sua sede, Reserva Biológica e Jardim Botânico situados dentro do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, bairro da Água Funda, na capital do Estado de São Paulo, o Instituto de Botânica possui duas outras unidades de conservação, representando os biomas principais do Estado: mata Atlântica (Reserva Biológica de Paranapiacaba) e cerrado (Reserva Biológica e Estação Experimental de Moji Guaçu).
8
Museu Calmon Barreto, Sudeste Brasil
  Rua Franklin de Castro nº 160 - Araxá, MG              
9
Museu da Imagem e do Som, Nordeste Brasil
  Av. Barão de Studart, 410 - Meireles - Fortaleza, CE              
Detentor de expressivo acervo da memória audiovisual do Estado, o Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE), criado e implementado pela Secretaria da Cultura (Secult), desenvolve uma diversidade de atividades museológicas: ensino, pesquisa, antropologia cultural, cultura popular e expressões audiovisuais. Além do acervo disponibilizado ao usuário, o MIS possui biblioteca especializada (em fase de reorganização), sala de projeção multimídia e espaços expositivos.
10
Museu Antropológico da UFG, Centro-Oeste Brasil
   - Goiás, GO              
Uma instituição sem fins lucrativos, aberta ao público, e que se destina à coleta, inventário, documentação, preservação, segurança, exposição e comunicação de seu acervo. Vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), o MA é um órgão suplementar da UFG, e tem em seu caráter dinâmico e pedagógico, suas principais características.
11
Museu do Esporte, Sul Brasil
  Avenida Cristovão Colombo, 545 - Floresta - Porto Alegre, RS              
São mais de 350 peças entre chuteiras, camisas, calções, medalhas, troféus e objetos dos principais ídolos do esporte mundial. Desde a camisa do Pelé autografada, passando por luvas de Eder Jofre e Popó, malha da Daiane dos Santos, chuteira do Robinho, camisetão autografado do Rubinho Barrichello, etc. • Calçada da Fama – mãos e pés em cimento dos nossos grandes ídolos. • Computadores com acesso a internet para pesquisas. • Videogame para simplesmente jogar ou participar de campeonatos. • Bar Temático com TVs Plasma para assistir jogos.
12
Museu Oceanográfico, Sul Brasil
  Rua Capitão Heitor Perdigão, 10  - Centro - Porto Alegre, RS              
O Museu Oceanográfico "Prof. Eliézer de Carvalho Rios" deu origem ao Complexo de Museus e Centros Associados da Universidade Federal do Rio Grande. Fundado em 8 de setembro de 1953, mantém uma exposição pública sobre a vida e a dinâmica dos oceanos, apresentada em painéis, maquetes, aquários e diversos equipamentos utilizados em pesquisas oceanográficas. Nos painéis das salas do Museu são apresentadas várias conchas, que enriquecem a sua coleção de moluscos (atualmente com 51.000 lotes). Esta coleção, considerada a mais importante da América do Sul, foi organizada pelo Diretor Fundador do Museu Oceanográfico, o Professor Eliézer de Carvalho Rios.
13
Museu de Arqueologia e Etnologia, Nordeste Brasil
  Terreiro de Jesus, s/n - Pelourinho - Salvador, BA              
O local em que se instalou o MAE corresponde aos vestígios arquitetônicos do que foi o amplo e complexo edifício do Real Colégio dos Jesuítas, que incluía a atual Catedral Basílica. Construído, em sua maior parte, no século XVI, este exemplar único de arquitetura seiscentista/setecentista serviu como hospital militar após, a expulsão dos Jesuítas (1759), e mais tarde, ai se instalou a Escola de Cirurgia, fundada por Dom João VI, à sua chegada ao Brasil. Este conjunto arquitetônico foi modificado, em grande parte, inclusive com demolições, para se edificar um novo prédio, no final do século XIX. Após o incêndio ocorrido em 1905 as modificações arquitetônicas feitas por ocasião da reconstrução do prédio foram profundas, voltando este a abrigar a Faculdade de Medicina após a conclusão da reforma.
14
Museu de Arte do Rio Grande do Sul, Sul Brasil
  Praça da Alfândega, s/n° - Centro - Porto Alegre, RS              
O MARGS é considerado o principal museu de arte do Estado e um dos mais importantes do país, reunindo em seu Acervo quase três mil obras de artistas locais, nacionais e internacionais, tendo sediado mais de mil exposições ao longo de sua cinqüentenária trajetória. O MARGS situa-se entre o tradicional e o dinâmico, e pretende continuar assim. Além de ser fonte de inspiração para cumprir com a função de museu, almeja também propiciar contatos, seja por meio dos documentos do imaginário humano, ou de uma prática social transformadora. Mais do que môuseion - templo dedicado às Musas da mitologia grega que inspiravam as artes - o MARGS quer ser uma casa de inspiração para os indivíduos que o freqüentam, um espaço de portas abertas para as relações humanas, com seu patrimônio estendido entre o presente, o passado e o futuro.
15
Museu de Arte Moderna da Bahia, Nordeste Brasil
   - Salvador, BA              
O MAM possui obras que apresentam um rico panorama de meio século das artes brasileiras, num conjunto composto por peças de artistas de várias gerações: dos modernistas como Di Cavalcanti, Flávio de Carvalho, Portinari, Tarsila do Amaral e Volpi aos contemporâneos como Tunga e Waltércio Caldas, além dos baianos Mário Cravo Jr. e Mario Cravo Neto, Mestre Didi, Juarez Paraíso, Calazans Neto, Marepe, entre muitos outros. A coleção conta também com obras de artistas radicados na Bahia, como Pancetti, Pierre Verger e Carybé e com um dos maiores acervos de Rubem Valetim.
16
Museu Julio de Castilhos, Sul Brasil
  Rua Duque de Caxias, 1205 e 1231 - Centro - Porto Alegre, RS              
Em 30 de janeiro de 1903 o então Presidente do Estado, Borges de Medeiros, assinou o decreto de criação do primeiro museu no Rio Grande do Sul: o Museu do Estado - desse modo, era encaminhado um novo destino à guarda do acervo que, desde 1901, vinha sendo acumulado nos pavilhões da 1ª Exposição Agropecuária e Industrial gaúcha, no antigo Campo da Redenção. Neste mesmo ano, Julio de Castilhos, durante uma cirurgia mal sucedida para a retirada de um tumor na garganta, veio a falecer. Dois anos mais tarde, a residência dele foi adquirida pelo governo do Estado e tornou-se a sede do Museu do Estado que, a partir de 1907, passou a se chamar Museu Julio de Castilhos. Ao longo de um século de existência, o Museu Julio de Castilhos vem promovendo a expressão das identidades culturais do povo rio-grandense, democratizando o acesso ao conhecimento e possibilitando a reflexão crítica em relação às questões relacionadas à história do Rio Grande do Sul e do Brasil.
17
Museu Carlos Costa Pinto, Nordeste Brasil
  Av. Sete de Setembro, 2490 - Vitória - Salvador, BA              
Além das exposições permanentes e temporárias, o Museu desenvolve contínua programação cultural. O Setor de Conservação, Documentação e Pesquisa monitora o estado de conservação do acervo e proporciona suporte teórico para todas as atividades realizadas. O Setor Cultural promove cursos, palestras, seminários e eventos diversos. O Serviço Educativo atende a estudantes, terceira idade e pessoas com necessidades especiais, através de visitação previamente agendada.
18
Museu Nacional do Mar, Sul Brasil
  Rua Manoel Lourenço de Andrade, s/n - São Francisco do Sul, SC              
Criado em 1993, com recursos do programa de investimentos estratégicos do governo do estado de Santa Catarina, com a permanente participação do IPHAN, o Museu Nacional do Mar nasceu com a revitalização dos grandes armazéns da empresa Hoepcke, abandonados há mais de vinte anos. O local, que abriga grande diversidade de embarcações brasileiras foi revitalizado entre 2003 e 2004.
19
Museu do Ceará, Nordeste Brasil
  Rua São Paulo, 51 - Centro - Fortaleza, CE              
O Museu do Ceará foi a primeira instituição museológica oficial do Estado, criada por decreto em 1932, mas aberto oficialmente ao público em janeiro de 1933, com a denominação de Museu Histórico do Ceará. Inicialmente foi concebido como uma das dependências do Arquivo Público, situado na rua 24 de Maio, nº 238, no centro de Fortaleza. No início de 1934, o Arquivo e o Museu foram transferidos para a Avenida Alberto Nepomuceno, nº 332, em frente à Praça da Sé. Hoje esses edifícios já não existem mais. Sua principal missão é promover a reflexão crítica sobre a História do Ceará por meio de programas integrados de pesquisas museológicas, exposições, cursos, publicações e práticas pedagógicas.
20
Museu do Marajó, Norte Brasil
  Avenida do Museu, 1983 - Cachoeira do Arari - Marajó, PA              
OMuseu do Marajó nasceu de modo informal em 1972, na cidade de Santa Cruz do Arari. Em 1984, foi instalado no prédio de antiga indústria de extração de óleo vegetal em Cachoeira do Arari, onde permanece até hoje. No dia 16 de dezembro de 1981 foi fundada a Associação com o nome de O Nosso Museu de Santa Cruz do Arari.
No dia 14 de julho de 1983, na Assembléia Geral dos sócios, foi mudada a razão social, sendo escolhida a nova denominação de O MUSEU DO MARAJÓ.
21
Museu Maçônico Mário Verçosa, Norte Brasil
  R. Comendador Clementino, 296 - Centro - Manaus, AM              
22
Museu Paraense Emílio Goeldi, Norte Brasil
  Av. Magalhães Barata, 376 - São Brás - Belém, PA              
O Museu Paraense Emílio Goeldi é uma instituição de pesquisa vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia do Brasil. Está localizado na cidade de Belém, Estado do Pará, região amazônica. Desde sua fundação, em 1866, suas atividades concentram-se no estudo científico dos sistemas naturais e socioculturais da Amazônia, bem como na divulgação de conhecimentos e acervos relacionados à região. MPEG - O Museu da Amazônia.
23
Museu Entomológico Dr. Fritz Plaumann, Sul Brasil
   - Seara, SC              
Numa aconchegante casa construída na década de 40, cercada de um bem cuidado e florido jardim, no município de Seara, interior de Santa Catarina, viveu um dos milhares de imigrantes alemães que chegaram ao Brasil no início do século. A história desse teuto-brasileiro seria igual à de tantos outros imigrantes do sul do país que trabalharam duro para garantir as condições mínimas de sobrevivência num ambiente inóspito, não fosse ele Fritz Plaumann, um dos mais respeitados entomologistas do mundo.
24
Museu Paranaense, Sul Brasil
  Rua Kellers, 289 - Alto São Francisco - Curitiba, PR              
O Museu desenvolve estudos nas áreas da Arqueologia, Antropologia, História e Numismática. Sua sede está estruturada para a realização de projetos e atividades culturais, atingindo os diversos segmentos sociais. Possui laboratórios, biblioteca, auditório, além de salas de exposições permanentes e exposições temporárias.
25
Museu Ferroviário de Pires do Rio, Centro-Oeste Brasil
  Av. Coronel Lino Teixeira de Sampaio, S/N - Centro - Pires do Rio, GO              
Uma parte significativa da memória do Estado de Goiás pode ser encontrada no Museu Ferroviário, localizado em Pires do Rio, a 142 quilômetros de Goiânia. Criado em 1988 pelo historiador, escritor, poeta e professor piresino Jacy Siqueira, ele retrata um pouco da história da formação das cidades da região da estrada de ferro.
O museu está instalado em um prédio da década de 40, onde funcionava a oficina mecânica das locomotivas a vapor da estrada de ferro Goyaz. Ocupa uma área de 80 mil metros quadrados e é tombado pelo patrimônio histórico e artístico do município e do Estado de Goiás. "A cidade surgiu com a chegada do trem. O museu é um bem importantíssimo para Pires do Rio, pois preserva a memória de um período de intensa atividade cultural e é referência para a população nos dias de hoje", afirma a diretora do espaço, Ercy Saud.
26
Museu do Homem Sergipano, Nordeste Brasil
  Praça Camerino, 227 - Centro - Aracaju, SE              
O Museu do Homem Sergipano, aberto ao público em novembro de 1996, surgiu a partir da visão de que além das funções básicas (guardar, preservar e divulgar bens culturais), funciona como um dos caminhos mas profícuos para a divulgação das produções acadêmicas. É composto de uma mostra permanente (sobre o Homem Sergipano) e várias outras mostras temporárias, que são montadas de acordo com o calendário cultural brasileiro e sergipano, além de mostras intinerantes que nos são solicitadas.
A mostra permanente sobre o Homem sergipano foi baseada no livro publicado pelos Departamentos de História e Ciências Sociais intitulado "Textos para a História de Sergipe", além de material resultante do PAX - Projeto Arqueológico Xingó, que ilustra a fase da pré-história do nosso Estado. Também conhecimentos dos Departamento de Geografia, Economia e Engenharia Agronômica.
27
Museu do Homem do Norte, Norte Brasil
  Av. Sete de Setembro, 1385 - Manaus, AM              
O Museu do Homem do Norte, mostra em seu acervo, cada detalhe do dia-dia do homem que enfrenta os meios ambientes peculiares em busca do máximo aproveitamento das potencialidades naturais da região.
28
Museu da Caixa Econômica Federal, Centro-Oeste Brasil
  Setor Bancário Sul, Q. 3 / 4, Lt. 34 - Brasília, DF              
O Museu da CAIXA possui um grande número de peças e documentos que retratam a história do Brasil. São mais de seis mil peças antigas relacionadas à trajetória da empresa e do próprio país, expostas nos museus, em seus espaços culturais em Brasília, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.
Nesses espaços, o público pode apreciar, por exemplo, cadernetas de poupança de escravos que depositavam seus recursos na Caixa Econômica e Monte Socorro, com o objetivo de comprar a carta de alforria, além de diversas peças relacionadas à extração do ouro e às Loterias, documentos históricos e mobiliários de época, entre outros.
Vale destacar, ainda, o papel turístico que o Conjunto Cultural da CAIXA assumiu no roteiro cultural dessas cidades, recebendo visitantes durante todo o ano e resgatando, assim, a importância da CAIXA na história do Brasil.
O Conjunto Cultural da CAIXA, em Brasília, desenvolveu o Projeto Museu Vivo, em parceria com o Grupo de Teatro Piramundo, que consiste na apresentação do espetáculo "Caixa de Surpresas" e visitas monitoradas ao museu e às galerias, proporcionando aos estudantes um aprendizado sobre a história da CAIXA, contextualizada à História do Brasil, além da oportunidade de uma vivência artístico-cultural.