America do Sul Museus

    Forte de Copacabana, Brazil
  Praça Coronel Eugênio Franco, 01 - Copacabana - Rio de Janeiro, RJ
           
<iframe id='palyer1' title="Forte de Copacabana - YouTube video player" width="250" height="190" src="https://www.youtube.com/embed/tmNrshyUhFQ" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer1'>
Construído em 1914, com o objetivo de reforçar a defesa da Baía de Guanabara, o Forte de Copacabana oferece aos seus visitantes muitas curiosidades e atrações. No Museu Histórico do Exército, fatos marcantes estão registrados através de exposições, exibições de vídeo, maquetes e, até, um setor interativo, original e bastante visitado pelos freqüentadores do Forte. Tudo com direito a uma vista panorâmica de um dos pontos mais belos de toda a nossa Costa. Crédito: acervo riotur.
    Museu Náutico, Brazil
  Rua Capitão Heitor Perdigão, 10 - Centro - Porto Alegre, RS           
O Museu Náutico, inaugurado em 9 de abril de 2003 e revitalizado em 13 de junho de 2007, sua exposição destaca o Rio Grande como uma cidade histórica e marítima, realçando sua íntima relação com o mar e com o estuário da Laguna dos Patos. Tem como objetivo resgatar, preservar e divulgar a cultura e o conhecimento náutico local, valorizando o trabalho humano vinculado a esta cultura e dignificar a atividade daqueles que vivem do mar. Seu acervo se constitui de embarcações, equipamentos de navegação, pesca e sinalização náutica, mapas e maquetes, que atendem aos modernos princípios da museologia.
    Museu do Índio, Brazil
  R. das Palmeiras, 55 - Botafogo - Rio de Janeiro, RJ             
<iframe id='palyer3' src='https://www.youtube.com/embed/?listType=user_uploads&list=TheMuseu'></iframe id='palyer3'>
O Museu do Índio, órgão científico-cultural da Fundação Nacional do Índio (Funai), foi criado por Darcy Ribeiro, no Rio de Janeiro, em 1953. É a única instituição oficial no país exclusivamente dedicada às culturas indígenas. Seu objetivo é divulgar uma imagem correta, atualizada e sem preconceitos dessas sociedades junto a variados públicos, despertando, assim, o interesse pela causa indígena. Realiza, também, estudos e pesquisas para ampliar e aprofundar os conhecimentos sobre esses povos..
    Museu do Trem, Brazil
  Rua Arquias Cordeiro, 1046 - Engenho de Dentro - Rio de Janeiro, RJ           
A Casa do Patrimônio Ferroviário Brasileiro, conhecido como Museu do Trem, administrado pela REDE FERROVIÁRIA FEDERAL, foi inaugurado em fevereiro de 1984. Instalado no antigo galpão de pinturas de carros da Estrada de Ferro Pedro II. São destaques: A BARONEZA, construída na Inglaterra, foi a primeira locomotiva a trafegar no Brasil em 1854. O CARRO IMPERIAL que foi fabricado em 1886, na Bélgica, para servir ao imperador D. Pedro II; O CARRO DO REI ALBERTO, que fazia parte da composição adaptada exclusivamente para servir ao Rei da Bélgica, em 1921, por ocasião da sua visita ao Brasil e O CARRO PRESIDENCIAL que serviu a Getulio Vargas na década de 30. Visitação : Terça a Sexta feira de 10h às 12h e de 13:30h às 16h Sábados: 13h às 17h
    Casa de Oliveira Vianna, Brazil
  Alamenda São Boaventura, 41 - Fonseca - Niterói, RJ           
Ali viveu Francisco José de Oliveira Viana, um dos maiores nomes da sociologia nacional, nascido em 1883 e falecido em 1951. Sua biblioteca, especializada em sociologia, história, política e economia, consta de 15 mil obras que servem de material de consulta.
    Museu Histórico Nacional, Brazil
  Praça Marechal Âncora S/N° - Centro - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer6' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/sEXL9ppxUGY" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer6'>
Museu Histórico Nacional, criado em 1922, é um dos mais importantes museus do Brasil, reunindo um acervo de mais de 287.000 itens, entre os quais a maior coleção de numismática da América Latina.
O conjunto arquitetônico que abriga o Museu desenvolveu-se a partir do Forte de Santiago, na Ponta do Calabouço, um dos pontos estratégicos para a defesa da cidade do Rio de Janeiro.
Visando recuperar a arquitetura original, ampliar espaços destinados ao público, aprimorar os serviços oferecidos aos visitantes, democratizar o acesso dos mais diversos segmentos da sociedade e viabilizar uma circulação e um percurso adequados ao discurso museográfico, o conjunto arquitetônico que abriga o Museu passou, entre 2003 e 2006, por importantes obras de restauração e modernização.
    Centro Cultural Banco do Brasil, Brazil
  R. Primeiro de Março, 66 - Centro - Rio de Janeiro, RJ             
<iframe id='palyer7' title="YouTube video player" width="300" height="250" src="https://www.youtube.com/embed/hm_f3PtQ3bw" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer7'>
O Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro é um dos quatro CCBBs do país, que também existem nas capitais Brasília, São Paulo e Belo Horizonte. Os Centros são espaços multidisciplinares com programação regular (seis dias por semana), nas áreas de artes cênicas, cinema, exposição, ideias (palestras, debates, seminários etc), música e programa educativo. O CCBB oferece ao público uma programação cultural que é referência no Rio de Janeiro e no Brasil. Com projetos nas mais diversas áreas, o Centro tem um volume de freqüentadores comparável ao de outras grandes instituições culturais do mundo.
Nos vários campos da arte, a programação procura oferecer obras que vão do clássico ao experimental, do erudito ao popular, dos grandes mestres aos talentos iniciantes. Esses critérios de seleção permitem ao CCBB alcançar freqüentadores com os mais abrangentes níveis de interesse. Instalado no número 66 da Rua Primeiro de Março, o Centro Cultural Banco do Brasil é uma das jóias arquitetônicas da Cidade. Seus espaços, organizados e adornados com elementos neoclássicos, abrigam três teatros, sala de cinema, sala de vídeo, cinco salas de exposições, biblioteca com 140 mil títulos, museu e arquivo histórico, videoteca e salão para conferências e palestras. O freqüentador dispõe ainda de restaurante, casa de chá, bombonière e loja de produtos culturais.
    Memorial do Rio Grande do Sul, Brazil
  Rua Sete de Setembro, 1020  - Praça da Alfândega  - Porto Alegre, RS           
A idéia da criação de uma instituição que privilegiasse a cultura gaúcha surgiu entre 1995 e 1996, sendo concretizada através de um convênio entre o governo federal e o governo estadual, em setembro de 1996. Ficou acordado, nessa ocasião, que a sede dos Correios e Telégrafos por quase um século, abrigaria um centro histórico sobre a memória rio-grandense. O acordo de cedência do prédio implicaria também na criação de um Museu Postal e uma Agência Filatélica, o que manteria uma estreita vinculação com as suas funções originais. O projeto de restauração foi previamente aprovado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), uma vez que o prédio foi tombado em 1980. O antigo prédio dos Correios e Telégrafos foi totalmente revitalizado para abrigar a Instituição. Surgiu, dessa forma, um centro de informação e divulgação da história do estado, reunindo objetos, mapas, gravuras, fotos, livros, imagens iconográficas e depoimentos importantes sobre os principais fatos ocorridos no Rio Grande do Sul. O riquíssimo acervo está exposto através de uma concepção museográfica moderna aliada a novas tecnologias, permitindo, assim, a integração com o público e o fácil entendimento dos conteúdos.
    Museu Amsterdam Sauer, Brazil
  Rua Garcia D'Ávila, 105 - Ipanema - Rio de Janeiro, RJ             
<iframe id='palyer9' src='https://www.youtube.com/embed/?listType=user_uploads&list=amsterdamsauer'></iframe id='palyer9'>
Instalado em Ipanema, o Museu Amsterdam Sauer de Pedras Preciosas e Minerais Raros é uma preciosidade no bairro mais fashion do Rio de Janeiro. Num cenário típico das regiões produtoras de gemas, pode-se observar réplicas de minas de esmeraldas, águas-marinhas e turmalinas, pedras típicas do Brasil. Estão em exibição mais de três mil pedras brutas e lapidadas - esmeraldas, rubilitas, águas-marinhas (incluindo um exemplar de 635 quilates), turmalinas, topázios imperiais... Algumas delas são destaques no Guiness Book - O Livro dos Recordes. O Museu Amsterdam Sauer faz parte do roteiro dos mais importantes pontos turístico-culturais do Rio.
    Museu de Ciência da Terra, Brazil
  Av. Pasteur, 404 - Urca - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer10' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/HiShfymSh9A?controls=0" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer10'>
O Museu de Ciências da Terra - MCTer possui um dos acervos de geologia e paleontologia mais ricos da América Latina. São cerca de 7 mil amostras de minerais brasileiros e estrangeiros, além de 12 mil rochas, meteoritos e fósseis, que somam mais de 100 mil espécimes. O Museu pertence ao Serviço Geológico do Brasil, antiga Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM).
    Museu da Pessoa, Brazil
  Rua Delfina, 342 - Vila Madalena - São Paulo, SP           
A missão do Museu da Pessoa é contribuir para tornar a história de cada pessoa valorizada pela sociedade, visando um mundo mais justo e democrático baseado na história de pessoas de todos os segmentos da sociedade.
    Museu de Artes e Ofícios - MAO, Brazil
  Praça Rui Barbosa, s/n - Centro - Belo Horizonte, MG            
<iframe id='palyer12' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/Idx1nzOcqhY" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer12'>
O Museu de Artes e Ofícios é um museu brasileiro localizado na cidade de Belo Horizonte. Inaugurado em 14 de dezembro de 2005, é o primeiro empreendimento museológico brasileiro dedicado integralmente ao tema do trabalho, das artes e ofícios no país. Com 9.000 m² de área, o museu está instalado no conjunto histórico da antiga Estação Central da rede ferroviária, na Praça Rui Barbosa, mais conhecida como "Praça da Estação". No mesmo local funcionam ainda hoje uma estação de metrô e um ramal ferroviário. É um dos museus mas bem estruturados do Brasil em termos de organização, estrutura para as exposições, e uso de recursos audiovisuais.
    Museu da Zoologia da USP, Brazil
  Avenida Nazaré, 481 - Ipiranga - São Paulo, SP           
O Museu de Zoologia faz estudos sobre animais, especialmente sobre a fauna da Região Neotropical, que abrange a América do Sul e a América Central.
As pesquisas zoológicas são feitas principalmente nas áreas de taxonomia, sistemática, evolução e biogeografia e baseiam-se nas grandes coleções de animais, hoje com cerca de 8 milhões de exemplares conservados em meio líquido ou a seco.
Além das coleções, o Museu também é responsável pela Estação Biológica de Boracéia, uma reserva de Mata Atlântica, situado no municípío de Salesópolis, estado de São Paulo.
    Museu Inimá de Paula, Brazil
  Rua da Bahia, 1201 - Centro - Belo Horizonte, MG             
<iframe id='palyer14' width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/ieUf9MulDlI" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer14'>
O Museu Inimá de Paula está localizado no município brasileiro de de Belo Horizonte. Foi aberto em 29 de abril de 2008. O prédio, inaugurado em 1932 e revitalizado para se tornar um museu, é obra do arquiteto italiano Rafaello Berti, um dos fundadores da Escola de Arquitetura da UFMG. O governo estadual, proprietário do prédio, o cedeu em regime comodato, por 20 anos, à Fundação Inimá de Paula. Localiza-se no prédio do antigo Clube Belo Horizonte e Cine Guarani, na confluência de Rua da Bahia com Rua Guajajaras e Avenida Álvares Cabral. O museu homenageia o pintor mineiro que lhe dá nome, com dezenas de sua obras expostas permanentemente no segundo e terceiro andares, enquanto no primeiro fica uma filial do Café Kahlua e no porão, um auditório de 151 lugares. Destacam-se os auto-retratos de Inimá, numa sala especial. No último andar são exibidas exposições itinerantes, que devem ocorrer duas vezes ao ano e pretendem trazer à capital mineira obras de importantes artistas brasileiros e estrangeiros.
    Museu do Primeiro Reinado, Brazil
  Av. Pedro II, 293 - São Cristóvão - Rio de Janeiro, RJ           
Inaugurado em 12 de março de 1979, o Museu do Primeiro Reinado situa-se no bairro de São Cristovão, instalado no palacete que pertenceu à Marquesa de Santos, que ali viveu de 1826 a 1829.
Tombado pelo Instituto de Patrimônio Histórico Artístico Nacional - Iphan, em 1938, o Solar da Marquesa de Santos constitui o principal acervo do museu, guardando, em seus belos salões decorados, lembranças do período colonial.
A jovem Domitila de Castro Canto Melo apaixona-se pelo Imperador D.Pedro I e vem residir na Corte, a seu pedido. Era separada do marido, com quem teve 3 filhos.
O imperador adquire um terreno com duas chácaras, bem próximo ao palacio imperial, e encarrega seu arquiteto particular, o francês Pierre Joseph Pézerat, de transformar uma das casas em um palacete, onde a Marquesa viveria cercada de luxo e requinte.
    Paço Imperial, Brazil
  Praça 15 de novembro, 48 - Centro - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer16' width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/axei5HnyyP0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer16'>
O Paço Imperial é um Centro Cultural com rica programação artística, localizado na Praça XV de Novembro, no centro histórico da cidade, no prédio considerado o mais importante dos edifícios civis coloniais do Brasil. Foi primeiro a residência dos governadores da Capitania do Rio de Janeiro e depois passou a ser a casa de despachos, sucessivamente, do Vice-Rei do Brasil, do Rei de Portugal Dom João VI e dos imperadores do Brasil. Em sua restauração, na reconstituição da fachada, optou-se pela feição colonial, adquirida particularmente no período da ocupação pela Família Real Portuguesa, mas foram preservadas marcas e formas de vários outros momentos históricos. O Paço Imperial conta com uma diversificada programação de artes plásticas, cinema, teatro, música, biblioteca, atividades educativas, seminários, serviços de lojas e restaurantes. Percorrê-lo é fazer uma releitura do tempo inscrito em seus espaços, relacionando-os com épocas e fatos ocorridos. As exposições permanentes também são um ótimo programa cultural.
    Pateo do Colégio, Brazil
   - Sé - Sao Paulo, SP            
<iframe id='palyer17' title="Pateo do Colégio - YouTube video player" width="250" height="190" src="https://www.youtube.com/embed/oj1y4iYpDJI" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer17'>
Em 1556, o Pe.Afonso Brás finalizou a construção em taipa da primeira Igreja dos jesuítas em São Paulo, anexa às dependências do Colégio.
Prejudicada por 13 anos de ausência forçada dos padres da Cia. de Jesus, que foram expulsos da vila, foi reconstruída e ampliada a partir de 1667, que teve como padroeiro o Senhor Bom Jesus.
    Instituto Ciência Hoje, Brazil
  Av. Venceslau Brás, 71 casa 27 - Botafogo - Rio de Janeiro, RJ           
O Instituto Ciência Hoje (ICH) é uma organização social de interesse público sem fins lucrativos vinculada à Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).
O site Ciência Hoje On-line é uma iniciativa pioneira de divulgação científica na internet brasileira. Além de disponibilizar parte do conteúdo das publicações do ICH, o site publica notícias exclusivas atualizadas diariamente que oferecem ao leitor uma cobertura dinâmica da atualidade científica no Brasil e no mundo.
Em 2007, foi lançado, em parceria com o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, o livro Física Hoje - Uma aventura pela natureza: dos átomos ao universo, que reúne 11 artigos escritos por renomados pesquisadores brasileiros e originalmente publicados na revista Ciência Hoje ao longo de 2005, em comemoração ao Ano Mundial da Física.
O ICH atua também na divulgação científica em meios audiovisuais: o Instituto promoveu a realização do programa de televisão Tome Ciência, uma série semanal que abordou de forma acessível temas de ciência e tecnologia.. Em outubro de 2004, o ICH se uniu à Rede Globo na campanha Ciência Vale a Pena.
    Museu da Imagem e do Som (MIS), Brazil
  Rua Rui Barbosa nº 1 - Centro - Rio de Janeiro, RJ            
O Museu da Imagem e do Som (MIS) foi inaugurado em 3 de setembro de 1965 pelo então governador do estado da Guanabara, Carlos Lacerda. O MIS lançou um gênero pioneiro de museu audiovisual que seria seguido por outras capitais e cidades brasileiras, além de ter se constituído num centro cultural de vanguarda nas décadas de 60 e 70 do século XX, lugar de encontros e lançamentos de idéias e novos comportamentos. Além de abrigar importantes arquivos que atendem aos interesses de um público pesquisador amplo e diversificado, o prédio da Fundação Museu da Imagem e do Som é, em si mesmo, uma das mais belas peças de sua coleção, constituindo um exemplar histórico raro dos edifícios construídos para abrigar a Exposição do Centenário da Independência do Brasil, realizada em 1922. Localizado na Praça XV, e inserido na Zona Especial do Corredor Cultural da cidade do Rio de Janeiro, junto com o Museu Histórico Nacional, o Museu Naval, o Paço Imperial, a Casa França-Brasil e o Centro Cultural Banco do Brasil, em 1989 o Instituto Estadual de Patrimônio Cultural (Inepac) do Governo do Estado do Rio de Janeiro promoveu o tombamento do prédio. Em outubro de 1990, pela Lei nº 1.714, o MIS foi transformado numa fundação, dirigida por um presidente.
    Museus Castro Maya, Brazil
  Museu da Chácara do Céu e Açude - Santa Teresa - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer20' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/J7Xt80GKkNY?controls=0" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer20'>
Empresário bem-sucedido, Raymundo Ottoni de Castro Maya (1894-1968) soube conciliar atividades empresariais muito bem sucedidas com as de realização de projetos culturais. A sua atividade como colecionador que nos legou os registros materiais desse esforço. O apoio a valores artísticos nacionais e a busca do acesso público às suas coleções tornavam-no um tipo de mecenas moderno e urbano, comprometido com a cidade em que vivia É igualmente importante destacar a sua participação na fundação do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, em 1948, do qual foi o primeiro presidente.
    Fundação Casa de Rui Barbosa, Brazil
  Rua São Clemente, 134 - Botafogo - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer21' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/KIE-iJQaMQw?controls=0" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer21'>
A Fundação Casa de Rui Barbosa tem sede na casa onde residiu o grande jurista e intelectual brasileiro entre 1895 e 1923, data de sua morte. Comprada pelo governo brasileiro em 1924, juntamente com a biblioteca, os arquivos e a propriedade intelectual das obras de Rui Barbosa, a casa foi aberta ao público como museu - o primeiro museu-casa do Brasil - em 1930.
    Museu Malba, Argentina
   - Buenos Aires,            
Malba - Fundación Costantini fue fundado en septiembre de 2001 con el objetivo de coleccionar, preservar, estudiar y difundir el arte latinoamericano desde principios del siglo XX hasta la actualidad. Proyectado en 1998 por la Fundación Eduardo F. Costantini, Malba es una institución privada sin fines de lucro que conserva y exhibe como patrimonio fundacional un conjunto de más de doscientas obras de los principales artistas latinoamericanos modernos y contemporáneos.
Malba funciona simultáneamente como un espacio dinámico y plural de producción de actividades culturales y educativas, entre las que se incluyen ciclos de cine, encuentros con escritores, charlas con artistas, cursos, talleres y debates, visitas guiadas y programas infantiles.
    Museo Nacional de Arte Decorativo, Argentina
  Av. del Libertador 1902 - Buenos Aires, AR           
Nuestro Museo, dedicado a las artes decorativas, está instalado en una magnífica residencia de estilo neoclásico francés, construida a principios del siglo XX que fue declarada monumento histórico artístico el 16 de Mayo de 1997.
El inventario actual supera los 4.000 objetos, que abarcan desde esculturas romanas hasta creaciones artesanales de platería contemporánea. El mayor interés de la colección radica en las piezas de artes decorativas europeas y orientales, esculturas y pinturas de los siglos XVI a XIX, muchas de las cuales pertenecieron a la familia Errázuriz Alvear.
Podemos destacar el conjunto de miniaturas europeas de los siglos XVI al XX, el más importante de su tipo en América, formado por dos donaciones: la de la condesa Rosario de Zubov ofrecida a fin de los ’70 en memoria de su hija Tatiana y la de D. Vittorio Asinari di Bernezzo que se sumó en 2000.
Arquitecto Alberto G. Bellucci - Director del Museo
    Museo Nacional de Bellas Artes, Argentina
   - Buenos Aires, AR           
    Museu Argentino de Ciencias Naturales, Argentina
  Av. Angel Gallardo 470 - Buenos Aires, AR