Sul Clubes Recreativos

1
CORITIBA Foot Ball Club
Paraná, PR  
   http://www.coritiba.com.br/
A tradição coxa-branca é muito maior que qualquer escolha, é cada dia de vida deste amado Clube e sua torcida. Tradição de lembranças, recordações de avós, pais e filhos nas arquibancadas e escadas do Couto Pereira; das gerações ensinando a ser grande torcendo pelo Coritiba Foot Ball Club. Um singelo e grandioso sentimento. Tradição coxa-branca é o sangue daqueles descendentes germânicos. É o retrato do sonho de italianos, poloneses, japoneses e africanos; deste povo curitibano com suas manias e peculiaridades. É parte do Brasil, o país do futebol; é parte do mundo.
Tradição coritibana é o reconhecimento nacional, internacional; o reconhecimento do estado e sua capital. O reconhecimento que torcer por este Clube, nossas raízes, nosso sangue, nossa família é maior que qualquer coisa.
2
Centro Cultural 25 de Julho, Santa Catarina
Rua Antiocho Pereira, 208  - Porto União - Porto União, SC  
   http://www.clube25dejulho.com.br
A data de 25 de julho marca a chegada da imigração alemã ao Brasil. Era o ano de 1824. No ano de 1952, descendentes desta etnia se reuniram e decidiram fundar uma sociedade. Assim nasceu o Centro Cultural 25 de Julho em Porto União - SC. Seu primeiro presidente foi Egon Bieberbach, com mandato de 1952 a 1958.
3
Clube ATLÉTICO PARANAENSE, Paraná
Rua Petit Carneiro, 57  - Água Verde - Curitiba, PR  
   http://www.atleticopr.com.br/
O Atlético Paranaense tem 84 anos de uma rica história de dedicação e amor ao futebol. A tradição mística da camisa rubro-negra contagiou uma nação de fanáticos torcedores, conquistou muitos títulos e atravessou fronteiras em busca da disseminação cada vez maior da paixão atleticana.
4
AVAI Futebol Clube
Santa Catarina, SC  
5
FIGUEIRENSE Futebol Clube
Santa Catarina, SC  
   http://www.figueirense.com.br
A história do alvinegro está associada aos sonhos de um jovem desportista e seu grupo de amigos, que além de entusiastas do remo e do futebol, são motivados pelo desejo comum de criar um novo clube de futebol para a capital. No início do século XX esse jovem ousado, passou a propagar entre seus amigos e demais simpatizantes do futebol, a idéia de criação de um novo clube de futebol na capital dos catarinenses, justamente no momento em que o futebol de Florianópolis e região apresentava-se em declínio com o desaparecimento de algumas agremiações.
Foi da determinação e ideal de Jorge Albino Ramos que nasceu a idéia de fundar o Figueirense Futebol Clube. A única coisa que ele não previa na época, é que o recém fundado, mais tarde pudesse se tornar o mais vezes campeão do estado e uma das forças do futebol brasileiro. Seu primeiro passo foi conquistar a simpatia de seus conterrâneos e igualmente admiradores do futebol, que naquela época já contava com vários clubes no País, especialmente nas capitais dos principais estados. Os parceiros iniciais que formaram um seleto grupo, que tinha em comum, a paixão pelo futebol, foram: Balbino Felisbino da Silva, Domingos Joaquim Veloso e João Savas Siridakis.
6
PARANÁ Clube, Paraná
Av. Pres Kennedy, 2377 - Curitiba, PR  
   http://www.paranaclube.com.br
A história do Paraná Clube é muito bonita, por retratar em sua amplitude, a união. Em 1.989 os dirigentes do Colorado Esporte Clube e do Esporte Clube Pinheiros se reuniram para dar um passo inovador no cenário brasileiro: juntar as forças das duas instituições para formar uma nova e promissora potência. Nasceu assim, o Paraná Clube, um dos mais importantes fatos da recente história do esporte nacional.
Essa junção trazia para o futebol o mesmo conceito usado no âmbito dos negócios no mundo todo: as fusões empresariais que unem ex-concorrentes para, juntos, conquistarem ainda mais mercado. Entre os exemplos mais bem-sucedidos estão a Sony Ericsson, internacionalmente, e no Brasil a Ambev.
Conquistas importantes que colocam o Paraná entre os maiores clubes do Brasil e das Américas, fato que pode ser comprovado pelas disputas de importantes competições internacionais como a Copa Conmebol, Sulamericana e Libertadores da América, em anos recentes.
7
Sport Club INTERNACIONAL, Rio Grande do Sul
Avenida Padre Cacique, 891 - Porto Alegre, RS  
   http://www.internacional.com.br
A origem do Sport Club Internacional está associada a três integrantes da família Poppe: Henrique (foto ao lado), José e Luis. Eles chegaram a Porto Alegre, em 1908, vindos de São Paulo, e logo abriram uma loja. A capital gaúcha se modernizava e progredia rapidamente. Desde o fim do século XIX, possuía fábricas de máquinas, tecidos, móveis e cerveja; há quatro anos os bondes elétricos tinham substituído os puxados a burro; acabava-se de instalar iluminação elétrica em todas as ruas do centro; e a população havia saltado de 73 000 habitantes em 1900 para 120 000 naquele ano de 1908.
Difícil mesmo para os Poppe foi serem aceitos como sócios em algum clube da cidade. Jovens de 20 e poucos anos, eles queriam praticar esportes, de preferência o futebol. Mas o Grêmio, que já existia há seis anos, se fechou para eles. E também os clubes de remo, de tiro, de tênis. A desculpa era sempre a mesma: gente recém chegada, pouco conhecida. A dificuldade que Poppe encontrou acabou servindo de motivação para a criação de um novo clube em Porto Alegre, o centenário Sport Club Internacional.